sábado, 23 de fevereiro de 2013

Entrecosto no forno

Hoje é o meu aniversário. O meu dia vai ser, como sempre, passado em casa da minha irmã A. até perto da hora de jantar. Mas isso não me preocupa, porque sei que o P. terá um maravilhoso jantar à minha espera. Na hora de escolher o que seria o jantar, tivemos de nos cingir às receitas que, por um lado,  sabemos que o meu filho e o dele comeriam de bom grado e, por outro, não o obrigassem a passar o dia na cozinha. Essas duas premissas, levaram-nos a escolher entrecosto no forno. E digo-vos que foi uma óptima escolha. Sem qualquer exagero, este foi o melhor entrecosto que algum dia comi!




Ingredientes

2 kg de entrecosto
3 kg de batata (mais de metade não é utilizada)
1/2 frasco de massa de pimentão
5 dentes de alho grandes
3 folhas de louro
vinho branco
sal
pimenta branca
1 piri-piri grande
1 colher de sopa de banha de porco
2 colheres de sopa de azeite


Preparação

De véspera, temperar o entrecosto, em que se deram uns cortes sem separar as costelas, e a que se retirou a gordura excessiva, com sal, massa de pimentão e os alhos picados. O tempero deve ser espalhado com as mãos. Regar com vinho branco, tapar com película aderente e guardar no frigorífico.
Descascar as batatas e fazer bolinhas com um descaroçador.


Desprezar o resto das batatas, que poderão ser posteriormente utilizadas em sopa ou puré.

Temperar as batatas com sal e pimenta branca moída na hora, e colocar no fundo do tabuleiro do forno. Por cima colocar a carne, regar com parte da marinada e com a banha derretida e o azeite. Espalhar o piri-piri desfeito por cima da carne.



Cozinhar em forno pré-aquecido entre 180º a 200º. Sempre que necessário, regar com a marinada restante.




E depois, só resta mesmo deliciar-se porque vai, seguramente,  ficar óptimo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Dica para visualização dinâmica de um Blog

Quase todos os blogs permitem uma visualização dinâmica. Isso facilita muito, para não termos de andar a clicar em "arquivo", clicar em "página anterior", ou "página inicial", etc...
Se, quando entrarmos no blog, escrevermos, depois do URL, view/magazine, p.e, obtemos esta vista. Depois é só usar o scroll do rato e vemos todos os posts fácilmente.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Coelho guisado com ervilhas tortas

Hoje, para o jantar, fizemos coelho guisado com ervilhas tortas. O P. acompanhou com arroz branco, eu comi só o coelho e as ervilhas. Estava muito bom.





Ingredientes

1/2 coelho
1 cenoura
2 cebolas pequenas ou 1 grande
2 dentes de alho
vinho tinto
250gr de ervilhas tortas
salsa
pimentão doce
noz moscada
azeite


Preparação

Temperar o coelho com sal, alho laminado e o vinho tinto,  com, pelo menos, 4 horas de antecedência.
Partir a cebola em meias luas e deitar num tacho largo com o azeite. Deixar refogar um pouco até a cebola ficar translúcida e juntar o coelho e a cenoura partida em rodelas grossas. Deixar refogar até o coelho alourar um pouco e juntar a marinada de vinho e alho.
Deixar reduzir, e juntar o pimentão doce . Acrescentar água. Cozinhar por mais 15 minutos, e nessa altura juntar as ervilhas tortas, lavadas e com o fio retirado, e a salsa. Tapar o tacho e deixar cozinhar .Quando as ervilhas tiverem perdido a dureza, acrescentar um pouco de noz moscada. Mexer. Retirar do lume antes de as ervilhas cozerem demasiado.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Vagens secas (casulos) com fumeiro

Finais de Janeiro, principio de Fevereiro, é a altura em que a minha mãe compra o fumeiro (olha, rimei.. :). Apesar de nós insistirmos para que não o faça, pois é muito caro, ela continua a comprar para, sempre que um de nós vai a Chaves, mandar também para os que não foram, uns miminhos. No fim-de-semana passado, vieram de lá as minhas irmãs L. e A., e trouxeram-me linguiças, salpicões e um chouriço de sangue. Eu pedi também à minha mãe, para me mandar 1kg de vagens secas.
Por isso, decidimos que hoje daríamos uma "facadinha" na dieta, e vamos fazer as vagens cozidas com linguiça, salpicão e chouriço.
O P. nunca comeu, e como arraçado de alentejano que é, prefere os enchidos do Alentejo aos de Trás-os-Montes. Vamos ver o que ele acha...


Ingredientes

1 salpicão
1 linguiça
1 chouriço de sangue
200gr de vagens secas
Batatas
Sal
Azeite
Vinagre


Preparação


De véspera, colocar as vagens de molho em água fria.



Elas vão duplicar o volume que tinham quando secas.

Pôr as vagens a cozer em água com azeite. Só se põe sal quando já estão cozidas, e deixa-se ferver mais uns minutos.
As vagens demoram aproximadamente 1h30m a cozer. Se for necessário acrescentar água, deve ser água fria.
Numa panela, pôr a cozer a linguiça e o salpicão por, aproximadamente 1 hora.

Picar o chouriço, para não rebentar, e cozer em lume brando,num tacho com água apenas a cobrir, sem tampa, por aproximadamente 10 minutos.

Cozer batatas.
Depois, é só cortar o fumeiro, escorrer as vagens e as batatas e... prá mesa.

Eu gosto das vagens temperadas com azeite e vinagre. Mas isso, fica ao vosso critério.



Eu acredito que esta não é uma comida consensual, e pode, aos olhos de alguns, ser até estranha... Mas aconselho-vos a experimentar.

Para quem vive em Lisboa, existe agora um espaço onde podem encontrar todos os ingredientes mencionados, com origem em Trás-os-Montes. Eu só fui ontem conhecer, e apenas posso falar dos pastéis de Chaves, do pão centeio de Bragança e de uma bola de azeite... Todos deliciosos!!
Deixo aqui o link da página  Prazeres da Terra.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Frango assado com arroz

Em circunstâncias normais, a receita que vou deixar não teria direito a publicação. Mas como estamos de dieta, a receita mais simples, ganha contornos de petisco.. Foi o que aconteceu a este frango que o P. me preparou para o jantar. Estava, simplesmente, delicioso!!





Ingredientes

1 frango
2 dentes de alho grandes
1 piri-pi
sumo de um limão
azeite
sal


Preparação

Retirar as gorduras ao frango, abri-lo ao meio e temperar com uma mistura de sal, os dentes de alho picados e o piri-piri esmagado. Colocar num tabuleiro de forno, e regar com o sumo do limão e com  azeite. Assar até ficar douradinho.

Entretanto, cozer arroz em água abundante e sal. Quando o arroz estiver aberto, escorrer
a água. Deitar o arroz no tabuleiro, ao lado do frango, e deixar apanhar os sucos do tempero do frango.
Servir acompanhado de salada de alface.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Frango com Brócolos e um toque de Caril

Hoje, para variar da monotonia da sopa e dos grelhados com legumes cozidos, decidimos fazer algo igualmente saudável, mas mais saboroso. Foi assim que saiu este frango com brócolos, que resultou uma receita rápida, saudável e muito saborosa. Só vos digo que nos consolámos...



Ingredientes

2 bifes de frango grandes
1 cebola média
2 dentes de alho
brócolos em abundância
10 tomates cereja
azeite
sal
pimenta moída na hora
vinho branco
pó de caril


Preparação

Arranjar os brócolos e lavar muito bem. Reservar.
Partir os bifes em tiras e temperar com sal e pimenta moída na hora. Reservar.
Num tacho anti aderente, colocar um pouco de azeite, a cebola partida em meias luas finas e o alho laminado. Quando a cebola ficar translúcida, juntar o frango.
Deixar cozinhar até que o frango perca a cor rosada. Nessa altura, refrescar com um pouco de vinho branco e deixar evaporar. Juntar os brócolos e o tomate, temperar com um pouco de sal e tapar. Deixar cozinhar no liquido que se vai formar e, se necessário acrescentar um pouco de água. Quando os brócolos estiverem quase cozidos, acrescentar uma colher de café de caril, um pouquinho de água, misturar  e acabar de cozinhar. Retirar quando os brócolos estiverem cozidos, mas ainda "al dente".
E bom proveito.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 10 de fevereiro de 2013

Bolinhos de Coco

O P. foi com o filho ao futebol e eu fiquei por casa, a não fazer nada de especial. Assisti a 2 episódios de "Parenthood", visitei os meus blogs preferidos e, de repente, lembrei-me que tinha uns pacotes de coco que precisavam de ser usados antes que a validade acabasse, e um resto de cacau magro que sobrou do Chiffon de chocolate. Decidi, então, fazer uns bolinhos de coco, com e sem cacau.





Ingredientes

200gr de coco ralado
200gr de açúcar
3 ovos
20 gramas de cacau magro

Preparação

Numa taça misturar o coco, os ovos e o açúcar,e mexer muito bem. Deitar metade da massa noutra taça e ,nessa metade, misturar bem o cacau. Com uma colher, deitar a massa em forminhas de papel (não é necessário barrar com manteiga)  e levar ao forno pré-aquecido a 180º e deixar cozer 25 minutos.
Depois, é só saborear e decidir quais prefere: com ou sem cacau...





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Cogumelos assados - Entrada ou refeição ligeira

Isto de estar de dieta é uma chatice. Além de nunca comer nada que verdadeiramente me console, ao jantar ainda é pior. Não posso (não quero) comer hidratos, e por essa razão o meu jantar é sempre uma sopa de legumes, fruta e pouco mais.
Hoje decidi que faria uns cogumelos assados para comer depois da sopa. O P não gosta de cogumelos, por isso foi só para mim. E estavam muito bons.



Ingredientes

4 cogumelos médios
1/2 queijo mozzarela (usei light)
oregãos
sal marinho
azeite

Preparação

Retirar o pé, lavar e secar bem os cogumelos. Partir o queijo em pequenos pedaços e metê-los na cavidade dos cogumelos. Temperar com sal, oregãos e um fio de azeite. Colocar num tabuleiro onde se puseram umas areias de sal, e levar a forno bem quente. Cozinhar aproximadamente 30 minutos. Servir com um fio de azeite por cima.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Bolo Chiffon de Chocolate

Depois de, na semana passada, ter feito Chiffon de laranja, hoje decidi fazer Chiffon de Chocolate. São bolos fofinhos, bons para o objectivo a que se destinam, ser servidos ao pequeno-almoço.





Ingredientes
(chávena de 240 ml)

7 ovos
2 chávenas de açúcar
2 chávenas de farinha
1/2 chávena de cacau em pó (usei magro)
1 colher de chá de fermento Royal
1 chávena de água
1/2 chávena de óleo
1 pitada de sal

Preparação

Separar gemas de claras. Bater as claras, às quais se adiciona uma pitada de sal, em castelo bem firme e reservar.
Juntar às gemas todos os outros ingredientes e bater muito bem.
Envolver, sem bater, as claras na massa até esta ficar uniforme e a rebentar bolhinhas.
Molhar uma forma de chaminé com água fria e despejar aí a massa.
Cozer em lume muito brando por 55 minutos

Se não estivesse de dieta, faria uma ganache de chocolate negro para cobrir.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

"Revuelto de espárragos verdes"

Ontem, ao ler uma publicação do Blog Garficopo, incluída numa trilogia cujo tema é "Espanha", e em que participam também os Blogs Outras Comidas e Na cozinha com a Anna, veio-me à memória uma "tapa" que costumava comer nas minhas andanças por Espanha, e que também comi, muito bem confeccionada, diga-se, no restaurante Fialho em Évora: "Revuelto de espárragos verdes". E decidi que esse seria o meu jantar hoje. E foi.




 Ingredientes

1 molho de espargos verdes ( Se tiver espargos silvestres, tanto melhor)
4 ovos
sal
pimenta moída na hora
azeite



Preparação


Lavar bem os espargos e secar com papel absorvente. Rejeitar a extremidade dura. Partir o restante em pedaços. Bater os ovos com uma pitada de sal.
Numa frigideira, pôr azeite, deixar aquecer um pouco e deitar aí os espargos. Temperar com sal marinho, ou flor de sal, e pimenta branca moída na hora. Deixar cozinhar até ficarem macios, mas não demasiado moles (eu gosto deles al dente).


Nessa altura, juntar os ovos e mexer bem. Retirar do lume, e da frigideira, ainda húmidos. Acompanhar com pão torrado. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...